segunda-feira, janeiro 31, 2011

Rock Brasil

Ultimamente ando meio saudosista - coisa de quem nasceu no século passado -  e resolvi fazer um playlist de rock brasileiro da década de 80. Músicas de bandas que curti bastante e que até hoje fazem sucesso ou que simplesmente desapareceram e poucos se lembram ( é o caso de Gang 90 e as absurdetes, do saudoso Julio Barroso). Faço destaque especial para o Plebe Rude.
Apesar de economicamente ser considerada a década perdida, culturalmente  foi uma das mais ricas. Para quem está acostumado a "família" Restart e essa emolândia que se tornou o rock em terras tupinikim (ou o que sobrou dele), saiba que um dia tivemos bandas  criativas e que faziam sucesso em todo país. Saudades!

Brasileiros e brasileiras, não largarei o osso!

sábado, janeiro 29, 2011

Coisas de sábado

Com aquela "disposição enorme" para estudar num sábado a tarde, véspera de um concurso onde vou disputar uma vaga com quase três mil candidatos. Sei, o desemprego tá enorme e a concorrência é voraz, mas em homenagem a essa situação aos tempos atuais, dedico uma singela canção.

Deu no blog do Japiassu

Procurando



O considerado Marco Antonio Zanfra, assessor de imprensa do Detran de Santa Catarina, envia de seu refúgio ecológico na Praia da Joaquina:
Na “Folha.com” de hoje (26/01), chamada de capa indica -- “Fotógrafo registra inseto que se disfarça de orquídea; veja mais fotos”. Clicando na chamada, você vê na página interna uma pererequinha disfarçada de folha, com a legenda “Alex Hyde é especializado em animais e insetos que se camuflam; na foto, sapo de Madagascar”.
Por sorte, avisaram que na foto estava o sapo de Madagascar. Eu já estava começando a achar que, na rapidez de um clique, o inseto que se disfarçava de orquídea tinha virado, em sua capacidade metamórfica, uma perereca que se disfarça de folha.
Quanto ao inseto/orquídea, ainda estou procurando.

Juros altos
O cartão de crédito Visa vai pagar ao Flamengo R$ 600 mil, à vista, para exibir sua marca na camisa do clube, na estréia de Ronaldinho Gaúcho. Será no grande clássico contra o Nova Iguaçu, em 2 de fevereiro, no Engenhão.
Janistraquis ficou pensativo por alguns instantes, depois abriu a boca:
"É por isso que os juros do cartão de crédito são os mais altos, os mais estratosféricos do mercado; dão tanto dinheiro por uma besteira dessas e depois ferram os torcedores."


Dose dupla
A considerada Ana Costa e Silva despacha logo duas de uma vez:
Hoje, quase voltei a ler o Clica Brasília; porém, depois de deparar com estes títulos que lhe envio, desisti.
Em duas noites, foram 309 registro de ocorrências e 79 detidos
Mãe e seu amante leva criança de 2 anos para motel
É, Aninha, depois do obscurantismo geral, o maior problema do Brasil são os plurais, como também atesta a nota abaixo.

Analfabetismo
O considerado Youssef Ibrahim, jurista de escol e diretor de nossa sucursal itinerante no Vale do Paraíba, despacha de uma de suas prestigiadas bancas:
Segue "textículo" extraído a fórceps de jornal mui sério e respeitado daqui do meu glorioso Vale do Paraíba, o Jornal da Cidade, de Taubaté.
Manchete na primeira página: Empregos em Taubaté cresce mais de 100% em 2010.
Bonito, não?
Pensa que acabou? Na-na-ni-na. Abaixo da manchete, a chamada:
"O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou na terça-feira (18), os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referente ao mês de novembro de 2010. Os números sobre a trajetória do emprego formal (com carteira assinada) na cidade de Taubaté, mostra que houve um crescimento de 101% comparado ao mesmo período em 2009 (janeiro a novembro).”
Como assim? “Empregos cresce”?; “números referente”?; “Os números, mostra [pra que cazzo esta vírgula??]?”... Putz!
Acho que os professores de Português continuam desempregados em Taubaté.
Aliás, por falar em Taubaté e aproveitando que o jornal mencionado não costuma ser, digamos, muito crítico em relação aos inquilinos da Prefeitura taubateana, hoje ouvi a digníssima Primeira Dama de Taubaté (professora, diga-se) usar três vezes, num programa de televisão, o “verbo” “oportunar” (disse ela “o prefeito oportunou que isso se desse” e “agradeço a você, que sempre oportuna que venhamos aqui divulgar nosso trabalho”), com sentido de “dar oportunidade” (talvez quisesse dizer oportunizar...). The First Lady disse também algo como “pra que a gente possamos...”, bem como cometeu vários “Parque Três Maria” e outros quejandos.
Crêsse eu em vida além desta, diria que Monteiro Lobato se revirou no túmulo.

Errei, sim!


“LEGENDA FATAL – Erramos deveras colossal da Folha: ‘O psicólogo Paulo Longo, presidente do Núcleo de Orientação em Saúde Social, do Rio de Janeiro, foi identificado erroneamente como garoto de programa em um texto-legenda publicado ontem’.
Preocupado, Janistraquis comentou: ‘Considerado, o mais tenebroso dessas falhas é que se torna impossível avaliar a quantidade de pessoas que leram tanto a legenda quanto a correção. Nem imagino a multidão de tarados que procurou Paulo Longo para saber o tamanho do michê...’.
É mesmo desagradável, principalmente quando o sobrenome do falso ‘garoto de programa' sugere que ele seja muito, muitíssimo bem dotado.” (outubro de 1994)


Visiste o bolguistraquis ou a coluna de Moacir Japiassu no site Comunique-se

As frases da semana

RT @naoehamor: O amor não é aquilo que você passa a vida inteira tentando definir. O nome disso é abdômen. O amor é outra coisa.




@GimCronica: O corpo humano é como um Lego: só faz sentido encaixado um no outro

Começou mal!

Lançamento de concorrente do WikiLeaks é antecipado por vazamento na internet


Da Redação


Informações sobre o site OpenLeaks, concorrente do WikiLeaks, vazaram na internet no dia 26/1, antes do lançamento do site. O documento traz dados sobre os objetivos e funcionamento do OpenLeaks, o que obrigou o site a antecipar seu lançamento para esta semana e divulgar as informações antes do previsto.
“Hoje, dia 26 de janeiro de 2011, alguém impaciente postou um PDF pelo cryptome.org vazando o conteúdo do site que ainda preparávamos para o lançamento. Algumas peças que não estão terminadas ainda estão faltando. Aproveite a leitura e sinta-se livre para nos dar feedback", diz a página.
O site é dirigido por Daniel Domscheit-Berg, ex-número dois do Wikileaks. Segundo ele, a página não pretende concorrer com o WikiLeaks, mas é “um projeto complementar oferecendo recursos além daqueles que WikiLeaks oferece ou pode oferecer".


Fonte: Comunique-se

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Horóscopo chinês

Amor antigo

Datena xinga Ronaldo de "trouxa", após atacante menosprezar Band


A crítica feita pelo atacante Ronaldo na tarde desta quarta-feira (26/1) à Band não foi aceita pelo jornalista José Luiz Datena. Em sua página oficial do Twitter, o atacante corintiano afirmou que o "'Globoesporte' do nada faz tudo", enquanto que "o resto (a Band) do nada faz p... nenhuma".
Indignado com a postura do atleta, o apresentador do "SP Acontece" chamou Ronaldo de "trouxa e puxa-saco da Globo". O comentarista Neto, também não gostou da afirmação do camisa 9 da equipe paulista, lembrou que quando elogia o atacante nada acontece e avisou que Ronaldo "precisa jogar bola, coisa que não faz há muito tempo".
Após as declarações de Neto e Datena, Ronaldo se retratou no próprio Twitter, ao informar que não tem nada contra a Band. Porém, ele disse que os profissionais que comandam os programas esportivos do canal "falam sem compromisso e sem responsabilidade".
"Quem não tem responsabilidade é você, Ronaldo. Se não vou começar a falar aqui das coisas que aconteceram em Presidente Prudente e num treinamento dessa semana. Ai, vamos ver quem não tem compromisso", rebateu Neto, em resposta à última afirmação do ex-jogador da Seleção Brasileira.
Fonte: Comunique-se

quarta-feira, janeiro 26, 2011

Foi apenas um carinho

Polícia irá investigar se tiros contra helicóptero da Globo foram intencionais

O delegado titular da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) do Rio de Janeiro, Pedro Medina, afirmou que irá investigar se os tiros que atingiram o Globocop, helicóptero da TV Globo, foram intencionais.

"Ainda não dá para dizer qual foi a intenção dos bandidos. Eles podem ter atirado no helicóptero para chamar a atenção da polícia, mas não se sabe ao certo", disse em entrevista ao Jornal do Brasil.
O Globocop foi atingido por três tiros na manhã de segunda-feira (24/1) enquanto se preparava para captar imagens de uma operação policial no Morro de São Carlos, zona norte do Rio. As balas atingiram o assoalho, a região central e a cauda da aeronave.
O helicóptero foi obrigado a fazer um pouso forçado, mas a repórter Karina Borges e o operador de sistemas Roberto Mello Reis saíram ilesos. (...)
Fonte: Comunique-se

Diga-se de passagem, a rapaziada dos morros cariocas estão ficando com a pontaria calibrada e daqui a pouco não vão errar mais o alvo.

Deus, como esse povo trabalha!

Senado só esteve completo para absolver Renan


Plenário lotado não rima com Senado. Já espírito de corpo... Somente duas das 430 sessões ordinárias reservadas a votação nos últimos quatro anos reuniram todos os 81 senadores: foram aquelas em que o plenário livrou da cassação o ex-presidente da Casa Renan Calheiros (PMDB-AL). Em toda a legislatura, o Senado só esteve completo nas sessões deliberativas realizadas nos dias 12 de setembro e 4 de dezembro de 2007, quando o plenário derrubou dois pareceres do Conselho de Ética que recomendavam a cassação do peemedebista por quebra de decoro parlamentar.


Nenhuma das reuniões para examinar projetos de lei ou propostas de emenda à Constituição conseguiu reunir todos os três representantes das 27 unidades federativas. Nenhum senador compareceu a todas as sessões deliberativas. Os dados fazem parte de levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco com base em informações oficiais do Senado dos últimos quatro anos. (...)
Fonte: Congresso em Foco

Domingo em Setiba

Algumas fotos do domingo passando, quando estive em Setiba, Guarapari, com minha esposa e alguns parentes. Praia apinhada de gente, com direito a funk e  churrasqueiras por todo canto.

sábado, janeiro 22, 2011

Cutucada digital

Deu no blog do Japiassu

Degustação?!?!?!



O considerado Roldão Simas Filho, diretor de nossa sucursal no DF, de cujo varandão debruçado sobre o festival de besteiras avista-se a poeira levantada por um tropel de antas, pois Roldão lia o Correio Braziliense quando encontrou mais esta:
O jornal lançou uma versão digital para o tablet da Apple, "disponível para degustação (sic) gratuita do leitor até o dia 20 de fevereiro. Passado esse tempo, o cliente (sic) pode fazer a aquisição do jornal digital de forma avulsa".
(Degustação, ensina o Houaiss, é a avaliação através do paladar; por extensão, experiência aprazível, geralmente de caráter sensorial [degustar uma bela música]. Não parece ser o caso. Só faltou dizer que o leitor poderia fazer um test drive no iPad...)

Bola de cristal



Chamada na capa do UOL:
Tragédia no RJ -- Governo prevê sistema de alerta só para daqui quatro anos.
"De preferência pouco antes das eleições", profetiza Janistraquis, que também abominou o erro de português; afinal, o alerta é só para daqui a quatro anos.

Renato Gaúcho



Deu no UOL Esporte:
Grêmio se irrita com desmandos de Renato e quer obrigar técnico a trabalhar.

Os vascaínos sabemos quanto é difícil fazer Renato Gaúcho trabalhar; e o pior é que, quando ele resolve arregaçar as mangas, a torcida fica com as calças na mão.

Errei, sim!



“ABUNDAM PULGAS – Em sua página Meio Ambiente o Estadão publicou matéria com este título assaz perturbador: Pulgas delatam fábricas que poluem rios.
Imaginei logo que fossem alguns daqueles insetos sifonápteros ou suctórios que o professor José ‘Nobel’ Lutzemberg cria em sua mansão de Porto Alegre, porém Janistraquis esclareceu:
‘Não, considerado, não se trata daqueles insetos; são pulgas autônomas que por aí abundam. Tanto que cada brasileiro carrega a sua atrás da orelha...’.
Meu assistente anda mais cínico do que comunista em Candomblé.” (maio de 1990)

Leia mais sobre Moacir Japiassu no bloguistraquis e no site comunique-se

A frase da semana

Médicos têm mania de lavar as mãos, principalmente depois que o paciente morre.



@joao_basilio

quarta-feira, janeiro 19, 2011

Fato rico, notícia mal feita

Imprensa dá barrigada com história de cão que guardava túmulo da dona no RJ



Da Redação

A imprensa brasileira conseguiu comover a muitos com a história do cão Caramelo, que supostamente guardava o túmulo da dona após ela ter sido soterrada pelos deslizamentos de terra que atingiram a região Serrana do Rio de Janeiro na última semana. A história foi noticiada pelo G1, UOL, Folha.com, R7, Extra e virou até charge de Chico Caruso no jornal O Globo, entre outros. No entanto, segundo o Diário de Teresópolis, a história, repercutida até pela imprensa portuguesa, não passou de uma grande confusão.
De acordo com a reportagem, Caramelo realmente existe e perdeu seus donos na tragédia, mas não era ele que aparecia ao lado de um túmulo e sim, John, o cachorro de Rodolfo Júnior, voluntário que trabalha no cemitério Carlinda Berlim.


John e seu verdadeiro dono
“Isso é coisa de repórter que precisava chegar com uma história diferente para apresentar ao chefe... o John é meu há mais de um ano quando fiquei com ele pra mim! O antigo dono foi para o Rio e deixou ele por aí... ele chamava o cachorrinho de Leão, mas eu prefiro John... ele tem cara de John, afirmou Junior ao Diário de Teresópolis, que enfatizou que seu cachorro é dócil e o segue por todos os lugares, por isso estava ao seu lado, enquanto trabalhava. “No dia em que o rapaz tirou a foto dele eu estava trabalhando nas covas e ele ao meu lado como sempre... e aí depois veio essa maluquice toda”.
Não se sabe se a confusão começou após as fotos de John terem sido divulgadas pela agência AFP como as de Caramelo, ou se pela semelhança dos dois cachorros. Mas o caso irritou o administrador do cemitério, Márcio de Souza. “É lamentável que tal fato seja utilizado para causar comoção aos leitores! Fui contatado horas antes da notícia ser levada ao ar por um repórter e fui claro ao dizer que o cão da foto ao lado do túmulo é de propriedade de um de nossos voluntários que no momento faziam sepultamentos naquele local, logo não tem nada a ver com o cão adotado, disse.
As notícias sobre o cão “fiel” não paravam por aí. Esta semana vários portais divulgaram que o cachorro, que supostamente guardava o túmulo da dona, foi adotado por uma família da capital carioca, mas depois fugiu. Caramelo foi adotado e desapareceu, mas não era ele que aparecia na foto ao lado do túmulo. “Houve uma confusão que não se sabe onde começou”, afirma Anderson Duarte, autor da reportagem do Diário de Teresópolis.
Segundo o jornal, a confusão se torna evidente quando uma reportagem do Extra diz que o cão estava no cemitério Carlinda Berlim e que foi encontrado pela Comissão Especial de Proteção Animal da Alerj perambulando pelo bairro Caleme. “Para chegar de um bairro ao outro você tem que atravessar a cidade”, explicou o repórter do jornal de Teresópolis.
Fonte: Comunique-se


Peço licença ao Nei Lisboa para parafrasear o título de uma de sua músicas mas, além de não aguentar mais ouvir "detalhes" sobre a tragédia em questão, ainda aparece notícias cunhada a sensacionalismo barato, temperada pela arrogância e prepotência de uma equipe da Globo. Espetacularizar notícia é intragável; com barrigada  fica ridiculamente insuportável.

Escolha difícil

Só MPB

A radio Ericknews orgulhosamente apresenta mais um playlist, desse vez de MPB pura, com direito a sucessos antigos, recentes; cantores conhecidos e alguns nem tão conhecidos assim. Meu destaque vai para Nei Lisboa, Secos e Molhados, Ney Matogrosso, Ana Carolina, Seu Jorge e Emílio Santiago. A única música de Maria Gadu prova que existe algo mais do "shimbalaiê" e outras músicas de trilha sonora de novelas da globo.

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Seca duradoura

Se esta "seca" durar mais um ano, acho que vou fazer isso que o Nei Lisboa está sugerindo.

As margens do rio Piraqueaçu, sentei e pesquei

Com muito tempo ocioso, pouca grana nas “férias” e sozinho em casa, qual o programa ideal para se fazer num domingo? Pescar, é claro! E lá fui eu com um casal de amigos, ir pescar no rio Piraqueaçu, localizado no município de Aracruz.


O Piraqueaçu é um rio cujas margens ainda há grandes extensões de mangesais na sua desembocadura. Confesso que o lugar onde pescamos é bem legal, apesar de machucar minha testa e das queimaduras adquiridas sob horas submetido a um sol escaldante. Mas valeu a pena, pois não pescava há mais de vinte anos e, mesmo sem equipamento, contando apenas com linha, anzol e uma garrafa pet, me diverti bastante e consegui  até pegar um peixe. Abaixo, uma panorâmica do pier onde pescamos.







O velho Piraquê.
Cajoba e o produto da pescaria

A prova do crime. Da próxima vez pego um robalo de 5kg
Depois de pesca, peregrinamos por alguns lugares para comer alguma coisa, já que não só de pescaria vive o homem. Paramos em Praia Grande.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

Saudades de Fausto Wolf

Muita droga, muito sexo e roquenrol


Talvez a imprensa brasileira tenha um único aspecto positivo: se a vida pessoal do poderoso de plantão (não importa a máfia de origem) não perturbar demais a vida do país e de seus habitantes, ela é deixada em paz.
Somos latinos, católicos, filosoficamente mais cínicos (e menos hipócritas que os puritanos), e todos sabem que tivemos até papas fratricidas, incestuosos, assassinos, drogados e genocidas.
Que eu lembre, Getúlio recebia visitas das principais vedetes do teatro de revista da época. Dutra conformara-se com o fato de sua cara não atrair ninguém. Juscelino era pé-de-valsa e namorador. Jango era mulherengo desde garotinho, enfim... o resto é sabido. Lula nos deu de presente oito anos de FHC, pois não soube responder à altura as provocações de Collor, que o acusava de ter uma amante em Brasília. Foi muito amadorismo do torneiro mecânico, dono de um avião de R$ 70 milhões e que nos brindou com o direitismo de esquerda.
Esse não meter-se na vida pessoal das pessoas - por preguiça ou caráter - é sem dúvida uma virtude. Em mais de 50 anos de jornalismo, jamais mencionei nada sobre a vida pessoal de quem quer que fosse, pois me interessa o que patifes fazem no poder e não na cama ou no bar. Não era certamente sobre isso que eu pretendia falar.
Mas como tenho que dar uma rechecada no cuore ingrato e fibrilato, decidi dar uma certa ordem literário-jornalística a algumas anotações sobre sexo, segundo Freud a mola que move a humanidade. Confesso que já tive mais interesse no assunto (um interesse até exagerado, diria), quando as mulheres também se interessavam por mim.
Sério, hoje em dia, se uma jovem se assanhar, como disse outro dia, terá de declarar isso com a cara muito séria. Não sou velho assanhado da porta da Colombo e nem de outra porta qualquer. Ando tão gordo e tão feio que sou capaz de mandá-la escrever isso de próprio punho, assinar e depois registrar em cartório.
Já a imprensa americana gosta de guerra, sexo e poder, nessa ordem. Se as coisas estiverem embaralhadas, melhor ainda. Isso, porém, quando o homem do poder dá bandeira, quando faz pipi fora do penico. Coitado do Clinton. Quase mata algumas centenas de milhares de árabes e kusovários da Bósnia para provar que seu eufemismo não era íntimo da metáfora de Mônica Lewinsky.
Entretanto, Nova York teve recentemente um prefeito declaradamente homossexual que - como era discreto e mantinha sua vida particular longe dos olhos do público - nunca foi incomodado pela imprensa. O problema é que, em matéria de sexo, drogas e roquenrol, americano dá muita bandeira. Povinho estranho.
Primeiro mataram os índios, depois os franceses, em seguida os ingleses e, um século depois, mataram-se entre si. Para o trabalho pesado e tiro ao alvo, tinham negros. Como os negros, porém, procriavam (e procriam) com muita rapidez, não deu para matá-los todos. Os que sobraram - os que não se submetem como Condoleeza Rice e Colin Powell - continuam dando problemas.
Problemas periféricos, pois sempre que surge um líder negro forte e capaz de insuflar a revolta, o FBI aparece com algumas centenas de quilos de cocaína, que distribui gratuitamente pelos guetos afro-americanos. E tudo volta ao normal, ou seja, ao anormal.
Como eu ia dizendo, corria solta a Primeira Guerra Mundial e a imprensa não ligou para os encontros amorosos de Woodrow Wilson com a amante Mary Hulbert Peck. Roosevelt, porém, não conseguiu esconder que sua amante e secretária Missy Lehand também vivia na Casa Branca. Mais sofreu sua mulher, Eleanor. Não porque o marido e primo tivesse uma namorada, mas porque a imprensa revelou que ela era amante da secretária, Lorena Hickock, um dragão.
Kennedy, que, em usando saia, só perdoava escocês e padre, também se salvou da imprensa por causa da longa guerra fria. Por incrível que pareça, Reagan era monógamo. Não à toa a ex-mulher, a atriz Jane Wyman, comentou: "Foram os anos mais chatos de minha vida". Nixon teve um único caso, que a mulher, Pat, logo descobriu e jogou água no chope. Johnson passou louco a maior parte do seu mandato, e Ford, se teve uma amante, nem ela se lembra dele hoje em dia.
Na América colonial, Lord Cambury, governador de Nova York, presidia a assembléia vestido de mulher. Quando reclamaram, ele disse:
- Pois se estou aqui representando a rainha da Inglaterra, tenho de representá-la do modo mais fiel possível, seus caipiras.
George Washington casou-se por dinheiro com Martha Dandridge, uma viúva de 28 anos, e manteve um caso com Sally Fairfax por mais de 25. Thomas Jefferson sempre condenou a escravidão, mas teve vários filhos com suas escravas.
O segundo filho de Quincy Adams morreu bêbado num apartamentinho sujo de Nova York, em 1800, e fez questão de jamais ver o pai enquanto ele foi presidente. O mesmo aconteceu com o caçula, Thomas, que também morreu de porre. John Quincy, o mais velho, foi eleito presidente e queria que o filho, George Washington Adams, seguisse as suas pegadas. Mas ele preferiu cheirar ópio e se matou aos 28 anos.
Andrew Jackson, que venceu a campanha para presidente em 1828, já vivia há 37 anos com a mulher, Rachel, quando descobriram que ela ainda era casada com outro. Matou-se sem ver a posse do marido, que não era seu marido.
James Buchanan, eleito em 1850, até os Bushs foi o mais corrupto dos governantes. E o único presidente homossexual assumido que os EUA já tiveram. Teve um caso durante 23 anos com o congressista William Rufus de Vane King, mais conhecido como "Miss Nancy". A noiva verdadeira de Buchanan, Ann C. Coleman, se suicidou.
A mulher de Lincoln gastava mais dinheiro que Jacqueline Kennedy, mas tinha a desculpa de ser louca, e louca morreu num sanatório. O presidente Garfield, eleito em 1890, embora casado com Lucrécia Rudolph, tinha uma amante, a sra. Calhoun. Foi assassinado alguns meses depois da eleição.
O presidente Grover Cleveland, eleito em 1884, casou-se aos 50 com uma jovem de 21 anos. Tinha um filho bastardo mais velho que a esposa. Sobre Wilson já falei e passo direto para Warren Harding. Logo após jurar que seu passado era limpo, telefonou para a amante, Nan Britton, com quem tinha um filho, e mandou-a fazer um cruzeiro. Telefonou para seu velho amigo Jim Phillips, cuja mulher desfrutava há anos, e mandou-o fazer outro cruzeiro, outra rota. Depois começou a campanha vitoriosa ao lado de Florence, sua mulher legítima. Roubou vergonhosamente.
Durante a Segunda Guerra, Eisenhover teve um caso com o chofer. Calma! Era uma motorista, a inglesa Kay Sommersby. Disse que deixaria o posto e voltaria aos EUA para divorciar-se da mulher e casar com a moça, que muitos anos mais tarde escreveria um livro chamado Meu caso de amor com Eisenhover. Mas os superiores de Dwight já tinham outros planos para ele.
O resto é coisa sabida: Edgar Hoover gostava de se vestir de mulher e amou seu assistente, Clay, durante mais de 30 anos. Carter quase perdeu a eleição por causa dos porres do irmão mais moço, Billy. Reagan escondia o único filho homem, Júnior, e sua vida de bailarina.
Como vocês vêem, a imprensa americana, se o poder escorregar em público, não perdoa. A nossa só expõe roupa suja que já tenha sido lavada em público, como a história da moça que, depois de confiscar o dinheiro do povo, foi dançar Besame mucho com o ministro da Justiça.
Fausto Wolff

Dedicado aos vilavelhenses

Em Vila velha, a frase daquela famosa música "Foi um rio que passou em minha vida..." não é licença poética.

A frase da semana

Deus inventou as férias. O demônio ficou com inveja e bolou o tédio.

@andrefilho

Deu no blog do Japiassu

Nome francês

O considerado Afonso Ribeiro da Cunha, psicólogo em São Paulo, garante que escutou na rádio Jovem Pan uma entrevista com Fernando Romeiro, "especialista em análise de risco da CGE", o qual se referiu às ruas Visconde e Viscondessa de Taunay com esta pronúncia, digamos, exótica: taunái.
Janistraquis, que não se espanta mais com nada, desde a eleição de um analfabeto para a presidência da República, comentou:
"Se já é difícil a gente encontrar na administração do país quem conheça Paulo Coelho, avalie o Visconde de Taunay, que se pronuncia toné, posto que é nome francês."

Fluído e gratuíto
O considerado Silvestre Cardoso, professor em São Paulo, jura que escutou alguém pronunciar esta frase numa chamada do programa Auto Esporte, da Globo:
"De olho nas férias, fique de olho no fluído do freio."
Cardoso ficou indignado:
"Achei que ninguém mais fosse confundir fluido com fluído, este o particípio do verbo fluir. É como chamar de gratuíto o que é gratuito. O analfabetismo espanta e é revoltante vermos a maior rede de televisão do país a espalhar ignorância por aí afora!".
Janistraquis concorda, professor, e acha que quem diz gratuííííto e fluíííído deveria ser preso.

Causa mortis
A considerada Ana Maria Morau, jornalista paulistana, envia de seus domínios no Jardim América esta notícia publicada no Diário do Grande ABC:
O advogado Hélio Saboya morreu por volta das 7h desta sexta-feira no hospital Quinta D'Or, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, segundo informações da assessoria de imprensa da unidade. A causa da morte não foi divulgada.
Saboya estava internado desde o dia 1º de janeiro, submetido a um tratamento de câncer no pulmão. Ainda não há informações sobre o local e horário do enterro.
Aninha estranhou:
No lead o redator diz que a causa da morte não foi divulgada; no parágrafo seguinte, informa que ele estava internado porque tinha câncer de pulmão. Pergunto: qual a causa da morte? Será que ele sofreu um acidente de carro? Será que teve um infarto ou morreu mesmo por causa do câncer de pulmão?

Teria sido
O considerado Roldão Simas Filho, diretor de nossa sucursal em Brasília, de cujo varandão desbeiçado sobre a falta de caráter enxerga-se o pessoal a confundir pânico com penico, pois Roldão despachou mais esta:
Os jornalistas têm medo de fazer qualquer afirmativa e correr o risco de serem processados. Por isso escrevem fazendo ressalvas. Eis um exemplo de notícia publicada em O Fluminense de Niterói:
Suspeito de roubo é detido no Centro -- Maycon de Souza, de 29 anos, foi preso por policiais do 12º BPM (Niterói) acusado de roubar um telefone celular de uma mulher na Avenida Visconde Rio Branco, no Centro.
Segundo os PMs, a vítima seguia em direção às barcas, por volta das 11h, quando teria tido (sic) o aparelho furtado pelo suposto (sic) bandido, que teria fugido (sic) em direção à Avenida Amaral Peixoto.
Um policial lotado na cabine instalada em frente à Estação Araribóia teria percebido (sic) a movimentação e chamado a viatura.
Ainda de acordo com os policiais, o suspeito (sic) iria vender (sic) o aparelho no camelô quando foi detido na Rua Coronel Gomes Machado.
Roldão quedou-se exausto:
"Deve dar muito mais trabalho escrever dessa maneira..."

Visite o blog de Moacir Japissu no http://blogstraquis.blog-se.com.br/ ou acesse sua coluna no site Comunique-se

quinta-feira, janeiro 13, 2011

Coisas que teimam em existir

A caminho da terra da liberdade


Julian Assange teme ser condenado à pena de morte caso seja preso pelos EUA


O jornalista australiano Julian Assange, criador do site WikiLeaks, revelou, nesta terça-feira (11), dia em que soube da data da audiência que decidirá sobre sua extradição para Suécia, que teme ser condenado à pena de morte caso seja extradito para os EUA, país que afirma ter provas de que Assange roubou documentos do governo.
Em regime de prisão domiciliar no Reino Unido, o jornalista é acusado de abuso sexual contra duas mulheres na Suécia. Ele nega as acusações, que atribui a uma campanha de difamação contra ele. A audiência da extradição está marca para os próximos dias 7 e 8 de fevereiro.
"É sugerido que existe um real risco de que, se extraditado para a Suécia, os Estados Unidos irão buscar a sua extradição e/ou transferência ilegal para os Estados Unidos, onde há um risco de ele ser detido na Baía de Guantánamo ou em outro lugar, em condições que podem violar o Artigo 3 da Convenção Europeia dos Direitos Humanos", diz um documento publicado nesta terça pelo escritório responsável por sua defesa.
"De fato, se o senhor Assange for entregue aos Estados Unidos sem garantias de que a pena de morte não será levada a cabo, existe um risco real de que ele possa ser sujeitado à pena de morte", afirma o texto, segundo informa a BBC Brasil.
A defesa ressaltou, ainda, que Assange foi longamente interrogado, e que poderia ser interrogado novamente pela Justiça sueca mesmo estando na Grã-Bretanha, por meio de telefone ou vídeoconferência, sem a necessidade de extradição.
Fonte: FNDC

O senhor Assange pode ficar despreocupado que ele não pegará pena de morte, mas talvez uma perpétua ou, quem sabe, possa se engasgar com a comida na prisão e morrer subitamente.

Quando a gente acha que já viu de tudo...

ET Bilu lança jornal e mantém blog e perfis nas redes sociais

Da Redação


A equipe do Projeto Portal, que divulga o ET Bilu, suposto extraterrestre que ficou conhecido em uma reportagem da TV Record, lançou o Jornal do Bilu no último mês. Além do veículo, a equipe mantém um site, um blog e perfis do extraterrestre nas redes sociais como Twitter, Facebook, YouTube e MySpace.
“Para ajudar os humanos na busca do conhecimento, Bilu solicitou que fosse lançado um Jornal com as informações por ele passadas”, diz o site. Na primeira edição, o jornal conta a história de Bilu e também aborda assuntos como pesquisas de ufologia, causas dos terremotos, além de dar dicas alimentares. O veículo é coordenado pela jornalista Eliane Canto, que conta com uma equipe de sete pessoas que atuam na Redação e comunicação do projeto.

Piada nacional
O suposto ET ficou conhecido nacionalmente no dia 10/10/10, em uma reportagem de 21 minutos no Domingo Espetacular, da TV Record. Na ocasião, os membros do projeto criticaram a emissora e afirmaram que iriam processar o canal, porque consideraram a matéria “tendenciosa” e “abusiva”, já que o repórter se recusou a se aproximar do suposto extraterrestre. Segundo a entidade, se o jornalista tivesse se aproximado, como foi pedido, evitaria sátiras às crenças do grupo, já que as imagens seriam mais nítidas.
Fonte: Comunique-se

A primeira do ano tinha que ser em grande estilo.

terça-feira, janeiro 11, 2011

A direitosa pede passagem na avenida

Em tempos de PIG (Partido da Imprensa Golpista), caçada ao wikileaks, tiro na cabeça de deputada defensora de minoriais nos EUA e da ascensão do Tea Party, dedico uma singela canção pré-carnavalesca.

Em nome da liberdade, prendo e arrebento

Suposto autor de vazamento sofre tratamento 'desumano', diz jornal
O soldado americano Bradley Manning, o suposto autor do megavazamento de papéis diplomáticos dos EUA ao site WikiLeaks, está preso há cinco meses em condições desumanas, segundo o jornal "Los Angeles Times".
O analista de Inteligência do Exército estaria sendo submetido a uma rotina de 23 horas de confinamento em sua cela no centro de detenções de Quantico (Virgínia) sem lençol e sem direito a se exercitar.
Manning, 23, foi preso em julho acusado de ter sido o autor do vazamento dos mais de 250 mil documentos "com razão para se acreditar que provocaria prejuízos aos EUA".
Até agora, no entanto, não teve direito ao equivalente militar da audiência preliminar, e a se julgar pelo regime a que tem sido submetido, diz o jornal, cumpre pena por um crime sem ter sido condenado.
Segundo o seu advogado, o soldado é proibido de dormir entre as 5h e as 20h. Se tentar fazê-lo, é obrigado a ficar sentado ou em pé pelos guardas.
Alguns, ainda segundo o "LA Times", dizem que Manning tem recebido tratamento duro para implicar o criador do WikiLeaks, Julian Assange, no vazamento. Os EUA estudam forma de processá-lo.
Fonte: FNDC

Essa história está me lembrando aquela fala do ex-presidente Figueiredo ( que o diabo o tenha em seu recôndido colo), quando o mesmo mencionou que iria democratizar o país, nem que para isso teria que prender e arrebentar. Pois bem, acho que já sei de onde ele tirou o conceito de democracia e liberdade que introduziu no seu governo.

Censura ou controle de qualidade?

Irã proíbe livros de Paulo Coelho
Autor foi avisado por editor no país persa; motivo da censura não foi especificado

O escritor Paulo Coelho foi informado por seu editor no Irã, Arash Hejazi, que a publicação de seus livros foi proibida no país persa pelo Ministério da Cultura e das Diretrizes Islâmicas, segundo informações publicadas nos blog do autor.
Paulo Coelho disse contar com o governo brasileiro para resolver o caso, o que considerou como "um mal-entendido". "Espero que o Itamaraty e a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, não se omitam em relação a essa medida arbitrária pois, caso contrário, estarão assinando embaixo", disse o escritor ao Estado. "Não sei se a decisão passou pela cúpula do governo iraniano, ou seja, se foi apenas uma medida do Ministério da Cultura."
A ministra lamentou a proibição da circulação da obra do escritor e disse que procuraria ainda nesta segunda-feira o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, para pedir mais informações sobre o caso.
Coelho conta que jamais, em seus livros, fez alguma ofensa ao islamismo. "Minha obra é publicada no Irã desde 1998, já vendeu milhares de exemplares e, em 2000, eu estive naquele país, sendo esperado por aproximadamente 5 mil pessoas no aeroporto", disse ele.
O escritor suspeita de um fator que pode ter sido a origem da censura. "Em 2009, eu ajudei Hejazi a deixar o Irã logo depois das eleições", conta. "O mais surreal é que até as edições piratas estão vetadas. Não sei como vão controlar isso."
O aviso do editor iraniano chegou por email ao autor. Na mensagem, Hejazi diz que foi "informado pelo Ministério que todos os livros foram proibidos, inclusive as versões não autorizadas publicadas por outras editoras" e que "todos os livros que têm o nome Paulo Coelho não estão mais autorizados a serem publicados no Irã".
O escritor estima ter vendido mais de 6 milhões de livros na República Islâmica. O editor iraniano sugeriu a disponibilização da obra na internet para download, e o brasileiro aceitou.
Em 2005, o governo iraniano já havia banido o livro O Zahir. Os exemplares da obra de Coelho foram levados por agentes do governo da Feira do Livro de Teerã. Na época, Hejazi disse que "o Ministério da Cultura estava extremamente preocupado com o aumento da popularidade de Paulo Coelho".
O Código Da Vinci, de Dan Brown, e Memória de Minhas Putas Tristes, de Gabriel García Márquez também estão na lista de livros proibidos pelo Ministério da Cultura iraniano.
Paulo Coelho faz sucesso no exterior e tem pelo menos 300 milhões de livros vendidos em mais de 150 países. Ele foi o primeiro escritor não muçulmano a visitar o Irã após a Revolução Islâmica de 1979, de acordo com o site da Academia Brasileira de Letras, onde ocupa a cadeira 21.
Fonte: FNDC

Deviam fazer a mesma coisa com essas novelas que Globo exporta.

sábado, janeiro 08, 2011

Vale tudo

Repórter é presa por trocar favores com traficantes para conseguir "furos"



Da Redação


A repórter Maritânia Forlin, de 28 anos, foi presa em sua casa, em Campo Mourão (PR), acusada de trocar favores com traficantes para obter matérias exclusivas. Segundo a Polícia, que possui gravações telefônicas, feitas com autorização da Justiça, a jornalista repassava informações policiais para os traficantes para que os criminosos a informassem sobre os homicídios e crimes que cometeriam futuramente.
De acordo com a polícia, a repórter era amante de Gilmar Tenório Cavalcanti, indicado como o chefe da quadrilha, que também foi preso. A jornalista negou qualquer participação no caso.(...)
Segundo o delegado José Aparecido Jacovós, a jornalista também procurava os criminosos para outros tipos de “pauta”. "Quando precisava de algum usuário de droga para entrevistar no programa ligava para ele, que lhe indicava alguém e passava a ser produtor", afirmou.

Na época das gravações, Maritânia trabalhava na Rede Independência de Comunicação (RIC), afiliada da Rede Record no Paraná. De acordo com o diretor de jornalismo da RIC, a repórter era contratada por uma empresa terceirizada e foi demitida há três meses, por um remanejamento da TV.
Atualmente, a jornalista apresentava um programa de variedades, em produção independente, transmitida por uma das emissoras da cidade.
Além da jornalista, outras 17 pessoas foram presas, acusadas por tráfico de drogas, homicídio, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. No total, foram apreendidos cinco carros, 40 quilos de maconha, R$ 28 mil e armas.
As informações são do O Globo e Estadao.com
Fonte: Comunique-se

É a segunda vez que vejo notícia sobre um fato dessa natureza, onde o (a) reporter usa de artifícios sórdidos para conseguir o que quer, ao ponte de se envolver com o crime. Confesso que nunca presenciei  algo parecido, mas já vi coisas sórdidas cometidas por coleguinhas ( principalmente "as"). Em tempo de desvalorização da profissão, a ética está em baixa.

sexta-feira, janeiro 07, 2011

Censura togada é mais eficaz

Entidades acusam Supremo de censurar informações sobre políticos no Brasil



Por Maira Magro


Organizações que defendem a transparência das informações públicas acusam o Supremo Tribunal Federal (STF) de censurar dados de investigações contra políticos e autoridades, noticiou O Globo.

De acordo com uma nova regra do tribunal, inquéritos e outros processos no STF envolvendo deputados, senadores e ministros de Estado, ou seja, autoridades com foro privilegiado, passaram a tramitar apenas com as iniciais do nome de quem está sendo investigado – mesmo se o caso não correr em segredo de Justiça, como explica O Estado de S. Paulo. Com isso, fica praticamente impossível saber quais autoridades estão sob investigação, alerta um editorial do jornal.
O presidente do STF, Cezar Peluso, afirmou ao Estadão que uma das razões para a mudança é evitar que a publicação pela imprensa da abertura de um inquérito contra um parlamentar provoque danos à honra e imagem dessas pessoas.
O diretor da ONG Transparência Brasil, Cláudio Abramo, criticou a atitude do STF, argumentando que a Constituição garante o livre acesso à informação e obriga as autoridades a prestarem conta de seus atos, relatou O Globo.
Fonte: Knight Center ou Journalism in the Americas


Há uns meses atrás eu ouvi uma entrevista do jornalista Claudio Tognolli, onde o mesmo disse que a censura de verdade estava sendo feita nos tribunais e que intimidação por ameaça era coisa de coronel de interior e estava em desuso. A matéria acima só registra um indício que corrobora ainda mais com essa afirmação de Tognolli, cuja vasta esperiência nesse embate com censura - dentro e fora das redações - é bem forte.

A frase da semana

"Dilma toma possa, Lula toma cachaça e Temer toma Viagra"
José Simão

quarta-feira, janeiro 05, 2011

A raposa e o galinheiro

STJ envia autos da Operação Naufrágio ao TJ-ES
O Tribunal de Justiça do Espírito Santo é quem deve julgar desembargadores aposentados, juízes, advogados, um procurador e servidores públicos do estado denunciados por crimes contra a administração pública. A Ação Penal 623 — composta por 31 volumes e 136 apensos — foi enviada ao TJ pelo Superior Tribunal de Justiça, após os ministros decidirem que a corte não tem competência para julgar a ação devido à aposentadoria dos desembargadores acusados. O processo é decorrente da Operação Naufrágio.

De acordo com o Ministério Público Federal, o crime consistia, basicamente, no patrocínio e intermediação de interesses particulares perante o tribunal estadual, na busca de decisões favoráveis e outras facilidades que pudessem ser obtidas por meio da interferência dos agentes que exerciam cargos públicos estratégicos para o fim ilícito almejado, em troca de favores e/ou vantagens pessoais.
No julgamento, a ministra Laurita Vaz, relatora da ação, reafirmou o entendimento prevalente no STJ, no sentido de que, tendo o denunciado deixado o cargo que atrai a prerrogativa de foro, esta não mais subsiste. "Cumpre ressaltar que a razão de ser da prerrogativa de foro para autoridades públicas é preservar o exercício do cargo, e não atribuir privilégio à pessoa que o ocupa", assinalou.
Quanto à suscitada competência do Supremo Tribunal Federal, que discute a manutenção ou não da prerrogativa do foro (Recurso Extraordinário 549.560) dos magistrados, a ministra destacou que a questão deve, antes, ser submetida ao próprio Tribunal de Justiça capixaba, para que seus membros possam se manifestar acerca do alegado interesse direto ou indireto na solução das controvérsias levantadas no processo e, se for o caso, remetam ao STF.
Com a aposentadoria dos desembargadores acusados, que lhes retirou a prerrogativa do foro privilegiado, o MPF suscitou questão de ordem ao STJ. Sustentou que, por haver um procurador de Justiça e juízes de primeiro grau entre os denunciados, a competência, em princípio, seria do TJ-ES. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.
Fonte: Conjur

A tradução de tudo isso que foi escrito na matéria é a seguinte: depois de praticar uma série de crimes contra administração pública, os envolvidos vão ser julgados pelo mesmo tribunal em que atuam, onde, segundo o stie Século Diário, encontram-se quinze desembargadores envolvidos direta e indiretamente nas falcatruas acima descritas. Alguém acha que isso vai dar em alguma coisa?

Salvem as baleias!

The Sun satiriza e diz que Ronaldo poderia se tornar vítima de “navios baleeiros”

Da Redação


O tablóide britânico The Sun satirizou a forma física do atacante Ronaldo, do Corinthians. Em matéria publicada nesta terça-feira (4/1), o veículo mostra o jogador em St, Barts, no Caribe, durante banho no mar.
O jornal disse que felizmente o jogador “estava longe de navios baleeiros com arpões no gatilho". Além disso, afirmou que os que exageraram na ceia de natal devem olhar para a barriga do jogador para não se sentirem constrangidos.
Fonte: Comunique-se

Provando do próprio veneno

Gilmar Mendes perde ação contra jornalista Leandro Fortes e Carta Capital



Da Redação


O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, perdeu uma ação que movia contra o jornalista Leandro Fortes, da Carta Capital. No processo, o ministro do STF questionava a matéria “O empresário Gilmar Mendes”, publicada na revista em 2008.
A reportagem tratava de uma ligação societária entre Gilmar e o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), uma escola de Direito. Segundo Leandro Fortes, o instituto havia fechado 2,4 milhões de contratos sem licitação com órgãos federais, principalmente após a chegada de Gilmar Mendes à presidência do STF.
O ex-ministro alegou que a matéria pretendia lhe “denegrir a imagem” e “macular sua credibilidade”. Gilmar Mendes também afirmou que a reportagem desestimularia “alunos e entidades que buscam seu ensino”.
No entanto, a juíza Adriana Sachsida Garcia, do Tribunal de Justiça de São Paulo, julgou improcedente a ação de Gilmar Mendes e extinguiu o processo contra Leandro Fortes e a CartaCapital.
“Não se considera ‘caviloso’ o texto do jornalista porque não criou fatos ou incluiu inverdades, nem omitiu dados importantes ao bom entendimento da notícia. De fato, já na inicial, o autor reconhece que o Ministro Gilmar Mendes é sócio da empresa e detém uma terça parte das quotas sociais. (…) Bem assim, a inicial admite a realização de contratos com vários órgãos do Poder Público no âmbito federal, com dispensa de licitação, por inexigibilidade”, destacou a juíza.


Fonte: Comunique-se

Ao ler essa notícia, uma lágrima escorreu em minha face. Lágrima de felicidade

terça-feira, janeiro 04, 2011

Coisas óbvias no futebol brasileiro

TV Globo apoia contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo, diz rádio


Depois de estar "90% acertado com o Grêmio", segundo informou Renato Portaluppi, treinador do time, o meia Ronaldinho Gaúcho, que atualmente joga no Milan-ITA, pode ser negociado com algum outro clube brasileiro. Segundo informou a Rádio Bandeirantes (RS) na noite desta segunda-feira (27/12), o atleta poderá atuar no Flamengo.
De acordo com a emissora de rádio, o clube carioca teria como um de seus parceiros para contratar Ronaldinho Gaúcho a TV Globo, que estaria apoiando o Flamengo com a ideia de que ter o jogador disputando o Brasileirão daria maior audiência para o canal.
"O Flamengo está conseguindo parceiros, como a Rede Globo de Televisão, que vê a possibilidade de ter um jogador dessa pujança e que representaria inegavelmente um grande trunfo na hora de se colocar a programação no ar, como foi feito neste ano com o Ronaldo no Corinthians, no ano do centenário. Neste sentido, pelo maior número de adeptos, o Flamengo levaria esta vantagem", afirmou o repórter do Sistema Globo de Rádio Claudio Perrout, em contato com a Rádio Bandeirantes de Porto Alegre.
Fonte: Comunique-se

E tem gente que ainda acredita na imparcialidade da imprensa.

segunda-feira, janeiro 03, 2011

Quando a gente acha que já viu de tudo...

Fãs da série 'Crepúsculo' protestam contra a Rede Globo no Twitter


O apego dos fãs de Crepúsculo a todas as vertentes da saga fez com que protestassem via Twitter contra a Rede Globo por conta da dublagem do primeiro filme da série veiculado na emissora na última quarta-feira (29).
Além da dublagem considerada de baixa qualidade pelos fãs segundo comentários no microblog, a tradução do nome do protagonista de Edward para Eduardo Cullen, a pronúncia errada dos nomes de outros personagens e o uso de gírias brasileiras enfureceram os admiradores da série.
De acordo com a Folha, ainda na manhã desta quinta-feira (30), os seguidores da saga ainda protestavam via Twitter e Eduardo Cullen aparece nos Trending Topics mundial da rede.
Fonte: FNDC

Olha aí a falta que faz um tanque cheio de roupa pra lavar! Essa "geração crespúsculo" não tem conserto, já está estragada. 

domingo, janeiro 02, 2011

Já vai tarde, mesmo!

Primeiro do ano

E chegou 2011!Novo ano e nova década (já vai tarde a primeira deste século) e com presidenta. Ontem, passei a tarde vendo a posse de Dilma Rousseff, coisa que fiz pela primeira vez. Dilma à parte, a saída de Lula foi carregada de emoção e tenho que admitir uma certa simpatia pelo jeitão dele. Os resultados são inegáveis e à frente dele, somente Getúlio Vargas, cujo feito dura até os dia de hoje. E o novo Governo Estadual? Bom, esse eu posso dizer que será mais do mesmo e fim de papo.