sábado, outubro 10, 2009

Esse troço não é sério!




Obama prêmio Nobel da Paz! Eu disse prêmio Nobel da Paz!Essa foi a notícia mais estranha da semana e porque não dizer a piada mais sem graça dos últimos meses. Obama! Esse que é presidente dos EUA, país que vive jogando bomba na cabeça alheia, que tem aquela famosa base em Guantánamo, onde os direitos humanos são solenemente ignorados. Esse é o prêmio Nobel da Paz de 2009.
O negócio foi tão constrangedor que dá para ouvir a reação de surpresa dos jornalistas na coletiva em que o representante do comitê de premiação fez o anúncio. Pergunta-se: Não tinha ninguém mais merecedor dessa honraria? Para os organizadores desse prêmio parece que não. Não adianta fazer trabalho nos campos de refugiados em Darfur ou qualquer parte da África. O pessoal que fica na linha de tiro lá na Faixa de Gaza também não merece. Muito menos àqueles que tentam preservar biomas, como a Amazônia, e chegam a colocar a vida em risco. E aqueles que lutam por direitos humanos na América Latina, África e Ásia? Esses então nem existem...
Obama! Aquele que ocupa o cargo há apenas nove meses – deu para gestar um prêmio nesse período. O presidente que pretende instalar bases do exército norte-americano em solo colombiano, militarizando ainda mais a América do Sul.
Eu sinceramente já desconfiava a muito, dos critérios em relação à concessão do Prêmio Nobel já que parece ser requisito a cidadania norte-americana para o seu recebimento. É só olhar a lista e verá que não há um ano sequer que um cidadão – naturalizado ou não – dos EUA tenha recebido.
Diante disso só me resta fazer lobby para o próximo prêmio Nobel da Paz: Silvio Berlusconi 2010!

Nenhum comentário: